domingo, 8 de abril de 2018

Promovido a Manuel GT




O kit de embraiagem fez-se um pouco mais rogado do que o previsto (por mim). Coisas da quadra pascal. Mas lá chegou, na quinta-feira, facto que me levou a alargar o “raio de ação”.
Como estava com as mãos na massa e o tempo se me oferecia, decidi fazer uma limpeza geral à área da maquinaria. Quando a encomenda chegou, tinha já a faxina terminada. Foi uma excelente opção, porque, mais tarde, me sujei muito menos. Mas nem tudo correu às mil maravilhas: parafusos “colados” e uma opção “preguiçosa” que me roubou algum tempo e me obrigou a puxar pelo cabedal. Aprendi a desencravar parafusos (ótima aprendizagem) e percebi que é muito mais fácil recolocar a caixa de velocidades, se for também removido o veio de transmissão do lado direito. É fácil de retirar e torna tudo muito mais souple. Depois das esforçadas e inúteis tentativas (com aquele empecilho a estorvar à grande e à francesa), a conclusão foi… mais ou menos canja. As mudanças entram agora como manteiga. A minha perna esquerda vai ficar-me grata para a vida. No entanto, amanhã ainda não vou poder levar o meu bichinho para a escola, devido a um pequeno dano colateral: parti um pequeno conector elétrico, peça de custo irrisório, mas suficientemente importante para me impedir de usar o coche (não vão os cavalos apanhar um choque valente e sair por aí aos pinotes). Durante o dia, dou um salto até à Citroën e… na terça, se o C5 quiser, já poderemos ir dar uma volta: matar saudades do asfalto, das retas livres, das curvas bem desenhadas, dos viadutos altaneiros… Enfim, cavalgar por aí. Talvez até o leve, um dia destes, a ver os aviões. Sei que ele, no seu inconfessável íntimo, gostaria de ser uma aeronave, para poder beber o espaço sideral. Pois é… mas vai ter de se contentar com a contemplação. E é um pau. Coisa muito humana, ao fim e ao cabo.



Resumindo e concluindo: poupei várias centenas de euros com esta brincadeira. Além disso, passei ao nível seguinte na minha autoformação em mecânica automóvel. Já faço, há mais de vinte anos, a manutenção dos carros que dormem debaixo de meu teto, porém nunca me tinha aventurado na “artilharia pesada”. Não foi fácil, mas creio que consegui ser promovido a Manuel GT.

PS – Amanhã recoloco o chip da Educação.

Sem comentários:

Enviar um comentário