terça-feira, 14 de novembro de 2017

Sinais auspiciosos




Diz-me o meu “olho clínico” que amanhã vamos realizar uma extraordinária ação de luta. Será, sem dúvida, a terceira maior manifestação desta “era maldita”. Quanto à greve… todos os sinais indicam que os números serão altos, mas é preciso que sejam arrasadores. A diferença estará, creio eu, na mão dos professores que estão em situação contratual mais frágil. Serão eles o fiel desta balança.
Estão, de Norte a Sul, muitos autocarros preparados para rumar até à capital. A Correia Garção e a S. Bento serão muito pequeninas para tanta gente descontente. Esta é uma certeza, antecipada, à qual se juntam sinais a ter em forte consideração: os que vêm da mobilização dos professores na internet. As escolas estão no silêncio (há medo), mas a internet fervilha a bom fervilhar: multiplicam-se as publicações, multiplicam-se extraordinariamente os comentários (excelente sinal), multiplicam-se as partilhas dos artigos alusivos à greve, e as suas visualizações atingem números idênticos aos de 2008 e 2009 (a carta aberta que escrevi aos professores já vai a caminho dos 22 000 leitores). É soberbamente animador!
 Uma derradeira palavra aos contratados: Non abbiate paura!


Sem comentários:

Enviar um comentário